Receba noticias em seu Whatsapp gratis





Libras



20 Anos depois dos atentados de 11 de setembro | Jornal em Destaque por Helio de Carvalho em Internacional

20 Anos depois dos atentados de 11 de setembro

As cerimônias nesta data e as imagens de um episódio da história que jamais será esquecido



20 Anos depois dos atentados de 11 de setembro

11/09/2021 19:59 ( Atualizado em 17/09/2021 15:15) | Estados Unidos | Internacional |

Helio de Carvalho

No dia dessa tragédia que abalou o mundo, 11 de setembro de 2001, o Jornal Em Destaque ainda não existia, mas instantes antes do primeiro avião atingir uma das Torres Gêmeas, eu estava pronto para colocar no ar o primeiro programa de entrevistas apresentado e dirigido por mim, via satélite pela TV Exclusiva, do Grupo Transamérica, em Curitiba, PR. É claro que apesar de ter sido transmitido para todas as antenas parabólicas do Brasil, a audiência foi um fracasso. Não por menos, os noticiários e a audiência de todo mundo estavam voltados para Nova Iorque.

 

Em 2001, fotógrafos do New York Times estavam no local cobrindo os ataques de 11 de setembro e suas consequências, trabalho que lhes daria o Prêmio Pulitzer de fotografia, em 2002. Vale a pena dar uma conferida:

 

 

Voltando aos Estados Unidos, hoje, a nação às voltas com uma pandemia persistente e uma saída preocupante do Afeganistão, faz uma pausa e se une, mais uma vez, para lembrar os ataques de 11 de setembro. Cerimônias em todo o país marcaram o terrível evento que moldou as últimas duas décadas, com o presidente Biden visitando cada local de ataque - em Lower Manhattan, no Pentágono e perto de Shanksville, Pensilvânia. Biden se reuniu com o ex-presidente Barack Obama, Michelle Obama e outros no Memorial e Museu do 11 de setembro em Nova Iorque.


Os nomes das quase 3.000 vidas perdidas nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 foram lidos em voz alta por familiares em uma cerimônia em Lower Manhattan. Demorou cerca de quatro horas. A cerimônia homenageou e lembrou as 2.983 pessoas mortas nos ataques ao local do World Trade Center, o Pentágono e a bordo do voo 93, bem como àqueles que morreram no atentado ao World Trade Center, em 26 de fevereiro de 1993. Seus nomes estão gravados em bronze acima das piscinas no Memorial do 11 de Setembro.

 

O Corpo de Bombeiros de Nova Iorque instalou mastros de bandeira em frente ao Memorial dos Bombeiros no Upper West Side de Manhattan para lembrar aqueles perdidos há 20 anos. Centenas de bombeiros de todo o país se misturaram em frente ao memorial, cumprimentando-se com risos e abraços que pontuaram a solenidade da ocasião.

 

Em Arlington, Virgínia, o secretário de Defesa Lloyd J. Austin III e o general Mark A. Milley, presidente do Estado-Maior Conjunto, realizaram uma cerimônia no Pentágono em homenagem às 184 pessoas mortas no ataque terrorista ao símbolo do Forças Armadas dos Estados Unidos. Os nomes dos civis, funcionários e contratados do Departamento de Defesa, bem como dos militares que foram mortos no Pentágono, foram lidos em voz alta. E as vítimas do voo 93 são lembradas em uma cerimônia perto de Shanksville, onde a vice-presidente Kamala Harris e o ex-presidente George W. Bush ofereceram palavras de lembrança, e os Bidens participaram de uma cerimônia de colocação de coroa de flores. Veja alguns registros deste dia no carrossel abaixo.

 

(Com informações do The New York Times e CNN dos Estados Unidos; tradução de Helio de Carvalho)







Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!













 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL