Miguel Pereira 16 º 28 º
Moedas





Receba noticias em seu Whatsapp gratis







Libras



DPU vai acompanhar inspeção no Cais do Valongo, no Rio, nessa terça-feira | Jornal Em Destaque por Helio de Carvalho em Da Redação

DPU vai acompanhar inspeção no Cais do Valongo, no Rio, nessa terça-feira

O objetivo da visita é verificar o real estado do local, que corre o risco de perder título de patrimônio mundial



DPU vai acompanhar inspeção no Cais do Valongo, no Rio, nessa terça-feira Classificação

17/10 18:34 | Rio de Janeiro | Da Redação |

Helio de Carvalho

A Defensoria Pública da União (DPU) vai acompanhar a realização de inspeção judicial no imóvel Docas Pedro II e no Cais do Valongo, conforme determinação judicial em ações civis públicas ajuizadas pela DPU e pelo Ministério Público Federal (MPF) em face da União Federal e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A visita técnica acontece nesta terça-feira (10), às 14h, na região portuária do Rio de Janeiro (RJ).

A inspeção é necessária para verificar o real estado em que se encontra o patrimônio histórico já que, desde a sua inclusão na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, em 2018, não há gestão ativa constituída em favor da proteção do bem. Tal fato coloca o Sítio Arqueológico do Cais do Valongo sob o risco de perder o título de patrimônio conferido pela UNESCO pelo descumprimento dos compromissos firmados junto à organização internacional.

Conforme a decisão, a visita in loco deve "aferir o maior número de dados possível para um futuro julgamento completo do mérito da presente causa". O resultado do estudo vai subsidiar o andamento das ações civis públicas sobre o Cais do Valongo movidas pela Defensoria Pública da União (DPU) e pelo Ministério Público Federal (MPF), em favor da sua conservação, proteção e valorização.

A defensora pública federal Rita Cristina de Oliveira, coordenadora do Grupo de Trabalho de Políticas Etnorraciais da DPU, e o defensor público federal Thales Arcoverde Treiger, defensor regional de Direitos Humanos da DPU no RJ e integrante do GT, vão acompanhar a inspeção assistidos por especialistas, que tiveram a participação autorizada pela Justiça. Também devem participar representantes do MPF e do IPHAN.

Para tanto, a DPU convidou os quatro pesquisadores responsáveis pela preparação do dossiê de candidatura do Cais do Valongo a Patrimônio Mundial. A proposta foi apresentada em fevereiro de 2017, sagrando o Valongo como Patrimônio Mundial da Humanidade junto à Unesco em novembro de 2018.

A convite da DPU, vão realizar assistência técnica durante a inspeção o antropólogo Milton Guran, que coordenou o GT; o professor de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense (UFF) José Simões de Belmont Pessôa; a professora de História da África da UFRJ Mônica Lima e Souza; e a arqueóloga Rosana Pinhel Mendes Najar, servidora aposentada do IPHAN.

__________________________________________

Com premiações em nível nacional e internacional, o EM DESTAQUE reforça o seu compromisso com o bom jornalismo, produzindo diariamente conteúdo de qualidade, com responsabilidade e que você pode confiar.

Siga o site e as redes sociais do jornal que virou fonte de notícias do Google News e que há dois anos disponibiliza conteúdo nos principais tocadores de podcasts: ED, o jornal local sem fronteiras para a notícia!









Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL