Miguel Pereira 9 º 12 º
Moedas



Receba noticias em seu Whatsapp gratis







Libras



Exclusivo: Vice – Governador do Distrito Federal faz um balanço dos 4 anos de governo e revela suas perspectivas para as eleições | Jornal Em Destaque por João Costa em Colunista

Exclusivo: Vice – Governador do Distrito Federal faz um balanço dos 4 anos de governo e revela suas perspectivas para as eleições

Exclusivo



Exclusivo: Vice – Governador do Distrito Federal faz um balanço dos 4 anos de governo e revela suas perspectivas para as eleições  Classificação

19/08 06:31 | Região Centro Oeste | Colunista |

João Costa

 

  Marcus Vinicius Britto de Albuquerque Dias, mais conhecido como Paco Britto é natural do Rio de janeiro, é empresário, político filiado ao Avante, e é o atual Vice - Governador do Distrito Federal.


   Em meio a um ano eleitoral, marcado por grandes embates, polarização e com um aumento significativo do número de desempregados, que eu entrevistei com exclusividade, o Vice - Governador do Distrito Federal, Paco Britto. Na oportunidade o Vice - Governador faz um balanço dos quatro anos de governo, fala sobre polarização, projetos, reeleição dentre outros assuntos.  


Quais foram os principais projetos do governo Ibaneis rocha em Brasília nos últimos quatro anos?  Como tem sido a importância da parceria do senhor nesse sentido?


 

R: O governo Ibaneis rocha e Paco Britto recuperou a autonomia dos brasilienses, ao resgatar o distrito federal de outrora, com a realização de grandes obras e ações sociais importantes. Esse é o grande legado gestão desta.


  - Durante a pandemia, foram 50 mil empregos nas construtoras, que recebiam em dia.


   - Além disso, o servidor público do distrito federal também recebeu 100% em dia, sem atrasos e demissões. Incluindo o pagamento da terceira parcela relativa ao prometido por gestões anteriores, que não foi aumentado desde o aumento, e que vem se arrastando em 2013.


 Na parte social, podemos o cartão prato cheio, o vale e o material escolar, como exemplos, bem como os restaurantes comunitários, cujas refeições são servidas com valores acessíveis à população em situação de vulnerabilidade social, sendo o almoço a R$ 1 ,00 e o café da manhã, R$ 0,50.


 - A partir do 114 deste, adquiridos às famílias mais lotes diaizados.


  - Também devo falar sobre a segurança pública. Aqui temos a melhor força policial do país. É notória a aumento na taxa de criminalidade no Distrito Federal. Em fevereiro deste ano, por exemplo, houve o menor índice de crimes violentos letais intencionais em 23 anos.


 - Em relação às obras, temos o túnel de Taguatinga, uma das maiores do Brasil, beneficiando obras cerca de 700 mil veículos.


  - O governo terminou o complexo Joaquim Roriz, na saída norte. Foram recuperados e construídos os viadutos, na saída norte, noroeste, setor gráfico e no recanto das emas, onde estava há anos parado.


  - O governo desta gestão tem noção sobre a realidade da população, ao mesclar obras com o social, suprindo a real necessidade dos mais necessitados.

  - A maior realização nossa é a satisfação das pessoas, resgatando a autoestima e querer bem de Brasília. Isso me enriquece e me dá força para sempre querer voltar ao Distrito Federal, com sorriso no rosto.


  - Em relação à relação Ibaneis Rocha e Paco Britto, desde o início, é franca e sincera. O governador dá total liberdade. Nunca foi feito; colocamos o problema na mesa e resolvemos.


 - Nosso tratamento é respeitoso. Além disso, eu sei o que é ser vice-governador: auxiliar e substituir o governador. Siga a linha dele. Aliás, todos têm que trabalhar na linha do nosso maestro, o governador Ibaneis rocha.


 

Para saber mais sobre o entrevistado. Acesse aqui .


 

Qual a análise que o senhor faz acerca da polarização política entre os principais poderes do país?


 

   R: Nossa relação com o tribunal de justiça, Câmara Legislativa e tribunal de contas alinhada e trabalha bem. Não existe polarização.


 

Qual a sua avaliação sobre a atuação do governo Bolsonaro?


 

 R: Um presidente da república bem intencionado e que está fazendo o melhor depois dessa crise pandêmica. Mas que em minha opinião, é um patriota querendo o melhor para o nosso brasil.


 

O senhor tem cabeçado o projeto "maio amarelo". Qual sido o projeto e como tem o projeto em Brasília?


 

   R: No último dia 3 de maio, o departamento de trânsito do distrito federal abriu oficialmente na capital federal as ações do maio amarelo.


  - Estamos na edição de uma campanha multissetorial, que visa chamar a atenção da sociedade para índices de acidentes de trânsito com os altos vítimas em todo o mundo.


  - O tema deste ano é “ Junto Salvamos Vidas ”, e engloba diversas atividades educativas.


  - Além disso, reforçadas como obras do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) que envolvem acessibilidade e iluminação das faixas de pedestres.  

 - A conscientização de crianças, jovens e adultos é o pilar de uma sociedade cada vez mais prudente no trânsito. Depende da redução de cada um de nós a contínua do índice de acidentes que ainda ceifam a vida de cerca de 30 mil pessoas por ano no nosso país.


 

  - No último dia 03/05, foi confirmado, o dia da “liberdade de imprensa”.   Como o senhor avalia a liberdade de imprensa e a liberdade de expressão no Brasil de hoje?


 

R: Feliz do país onde há liberdade de imprensa. Isso é inquestionável!


 

- A liberdade de expressão é um dos sustentáculos da democracia. E claro, devendo sempre prevalecer à verdade e bom senso.

 


Quais as suas perspectivas para as eleições?


 

R: Em relação ao meu partido, avante, foi o que mais cresceu, proporcionalmente.

 


 - A sigla sai do pleito eleitoral de 2018 como uma das 21 siglas que atingiram a chamada cláusula de barreira. Neste ano, devemos repetir o feito. Estamos com representatividade partidária e com tempo na televisão.



 - Temos uma chapa bem competitiva e provavelmente dois distritais novamente.



 - A sigla também está à frente de grandes partidos. Lembrando que temos o pré-candidato à presidente, deputado federal, André Janones.

 


O que o senhor pensa sobre as novas regras políticas?


 

  R: As novas regras trouxeram grandes desafios para os partidos e os candidatos, mas que são importantes para a democracia e para mais representatividade.

 


Quais as suas considerações finais?


 

  R: agradecer a oportunidade de João Costa e agradecer a oportunidade de falar para o meu distrito federal: sigam tendo fé em dias melhores que deste lado, Ibaneis rocha e paco Britto, trabalham para um Distrito Federal mais justo para todos.



 - O nosso empenho tem sido para sonharmos a capital da esperança e a cidade de Dom Bosco .

 

 

 

 

 








Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL