Miguel Pereira 9 º 12 º
Moedas



Receba noticias em seu Whatsapp gratis







Libras



São João, Bumba Meu Boi e Dança de Fita: acompanhe a volta das festas juninas | Jornal Em Destaque por Valeria Cardoso em PRA GAROTADA

São João, Bumba Meu Boi e Dança de Fita: acompanhe a volta das festas juninas

Após dois anos de pandemia, músicas, comidas e brincadeiras típicas voltam a divertir crianças das cinco regiões do país



São João, Bumba Meu Boi e Dança de Fita: acompanhe a volta das festas juninas Classificação

19/08 10:55 ( Atualizado em 29/07/2022 11:04) | São Paulo | PRA GAROTADA |

Valeria Cardoso

Você pode ouvir esta matéria completa, no Spotify:

Também disponível na Deezer e Google Podcasts


Bandeirinhas penduradas, pipoca, fogueira, música, vestidos coloridos e camisas xadrez. Está começando a arraial PRA GAROTADA, que nesta edição conversou com crianças de diferentes regiões do país para saber como foi a retomada das festas juninas após dois anos de pandemia. São elas que levam o ouvinte para curtir a festança e apresentam algumas das tradições mais famosas do Brasil.

Vale reforçar que a retomada das festas juninas não significa que a pandemia tenha acabado. Ainda assim, muitos municípios realizaram a festa adotando protocolos de segurança. Mesmo assim, não há quem não se divirta nos arraiais, espalhados de norte a sul do Brasil.

As celebrações que deram origem a essas festas homenageavam deuses da natureza e da fertilidade. Acreditava-se que os festejos eram uma maneira de pedir a esses deuses fartura nas colheitas, que iniciavam nessa época do ano. A Igreja Católica também passou a associar a adoração de alguns santos populares a essa celebração: Santo Antônio, São Pedro e São João.


O Complexo Cultural do Bumba Meu Boi / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil O Complexo Cultural do Bumba Meu Boi / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ponte para o Nordeste

Uma das maiores e mais tradicionais festas brasileiras é o São João do Caruaru, realizado desde o século XIX. Naquele tempo, a festa era feita em propriedades rurais com muita música e comidas a base de milho, como a canjica e a pamonha.

Desde 1994 a festa passou a ser realizada no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, que tem mais de 44 mil metros e fica na cidade de Caruaru (PE). O local recebe milhares de pessoas todos os anos para celebrar o São João.

E esse ano a festa voltou com tudo e contou até com um grupo de Bumba Meu Boi, uma tradição forte no Nordeste brasileiro. As pessoas se fantasiam para sair pelas ruas e dançar junto com essa figura icônica que é o Boi.

Elas interpretam uma das lendas mais conhecidas do folclore brasileiro: dizem que Catirina, uma mulher escravizada, estava grávida e ficou com desejo de comer língua de boi. Francisco, seu companheiro, também escravizado, foi ao pasto e arrancou a língua do boi mais charmoso. Mas ao ficar sabendo, o dono do animal mandou prender Francisco e pediu ajuda a um pajé para ressuscitar o animal. A reza deu certo e hoje é ele que dança e encanta nas festas.

Outra tradição dos festejos juninos é assistir o teatro de mamulengo, um personagem da cultura popular que também é conhecido em algumas regiões como João Redondo. Também vale dançar a tradicional Dança do Pau de Fita: de um mastro no centro da roda que saem as fitas coloridas. Cada dançarino segura a ponta de uma delas e dançam de modo a trançá-las, criando formas com as fitas.


Concursos de quadrilhas juninas também retornaram em 2022 / Fotos: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR Concursos de quadrilhas juninas também retornaram em 2022 / Fotos: Andréa Rêgo Barros/Arquivo PCR

Casamento na roça

Algumas tradições juninas tiveram origem em celebrações de santos populares do catolicismo, em Portugal. Com o tempo as festas foram ganhando características de elementos da cultura popular. A quadrilha, um tipo de dança coletiva, é um deles. Ela remete ao caipira, uma pessoa que vive no campo e tem muito orgulho disso. O noivo a noiva também são personagens famosos nas quadrilhas.

Para conhecer mais sobre essas danças, a produção foi até a Escola Municipal Olinto Magalhães, que fica na cidade de Fama (MG), para conferir de perto a apresentação das crianças. Para algumas foi um momento de relembrar, mas para outros foi a primeira vez participando de uma festa junina.

Música e brincadeiras

Embalados pelas ondas do Radinho, os ouvintes mirins conferem dicas de como fazer seu próprio teatro de mamulengos e como preparar brincadeiras típicas de festa junina em casa, como a pescaria e a “Boca do Palhaço”.

Além disso, a criançada conhece a história pra lá de divertida de um “Casamento Matuto da Bicharada”, de Niélia Ribeiro, contada pela professora Alba Marília.

O destaque fica a cargo da Vitrolinha Bdf dessa edição, que viaja pelo país com músicas típicas e tradicionais dos festejos juninos. Na playlist estão sucessos como “Forró das Crianças” e “Mamulengos”, de Luiz Gonzaga.

O radinho Bdf é uma produção do Brasil de fato

__________________________________________

Com premiações em nível nacional e internacional, o EM DESTAQUE reforça o seu compromisso com o bom jornalismo, produzindo diariamente conteúdo de qualidade, com responsabilidade e que você pode confiar.

Siga o site e as redes sociais do jornal que virou fonte de notícias do Google News e que há dois anos disponibiliza conteúdo nos principais tocadores de podcasts: ED, o jornal local sem fronteiras para a notícia!







Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL