Miguel Pereira 16 º 24 º
Moedas



Receba noticias em seu Whatsapp gratis







Libras



Trinta anos depois, todos falam sobre a Pequena Sereia: por quê? | Jornal Em Destaque por Helio de Carvalho em GERAL

Trinta anos depois, todos falam sobre a Pequena Sereia: por quê?

A Disney divulgou o vídeo promocional do novo filme da Pequena Sereia e rapidamente se tornou um fenômeno nas redes sociais



Trinta anos depois, todos falam sobre a Pequena Sereia: por quê? Classificação

27/09 20:31 ( Atualizado em 20/09/2022 20:33) | Estados Unidos | GERAL |

Helio de Carvalho

O vídeo promocional da nova versão da Pequena Sereia, divulgado este sábado pela Disney, se tornou rapidamente uma sensação nas redes sociais. O primeiro filme que conta a história de amor da princesa Ariel estreou em 1989 e, mais de três décadas depois, o novo projeto cinematográfico está envolto em polêmica. Por quê? Porque a atriz que interpreta a protagonista, Halle Bailey, é afro-americana.

São vários os vídeos que têm sido compartilhados na plataforma Tik Tok mostrando a reação das crianças afro-americanas ao perceberem que a Pequena Sereia tem o mesmo tom de pele que elas. Num desses vídeos, a menina pergunta à mãe, incrédula, se a Ariel é mesmo afro-americana.

@jendayis682 Do you understand how it feels for our babies to see themselves in the fairy tales that the world said wasn’t made for them. Say what you want and complain all you want I hear nothing over the joy and excitement this little girl has over seeing a person that represent her. #littlemermaid #MarleyGraceWORLD #littlemermaid2023 #blackgirlrepresentation #BlackGirlSeeThemselves original sound - JendayiS" href="https://www.tiktok.com/music/original-sound-7142435606939994926?refer=embed"> original sound - JendayiS

Percebam como é para as nossas crianças se verem a elas próprias nos contos de fadas que o mundo diz não serem feitos para elas. Digam o que quiserem e se queixem à vontade, eu não ouço nada a não ser a alegria e excitação desta menina ao ver uma pessoa que a represente”, escreve uma utilizadora da plataforma.

Entre espanto e alegria, as reações se dividem. Uma criança de três anos diz, ao ver Halle Bailey surgir no ecrã, que a nova versão da Ariel “é bonita”.

@preciousavery I love this for my 3 years old 🤎 #littlemermaid  #toddlersoftiktok #hallebailey #girlpower original sound - Precious & Emery" href="https://www.tiktok.com/music/original-sound-7142147345734437674?refer=embed"> original sound - Precious & Emery

Há também uma criança que fica sem palavras ao se ver representada nesta tradicional história da Disney, se mostrando ansiosa para poder ver o filme.

@nickyknackpaddywack Mayas reaction to #thelittlemermaid trailer. #representationmatters #representationinthemediamatters #blackgirls original sound - Nicky" href="https://www.tiktok.com/music/original-sound-7142138065312582442?refer=embed"> original sound - Nicky

Mas nem todo mundo está feliz com a escolha da Halle Bailey para o papel de Ariel. Uma publicação no Twitter mostra que o vídeo promocional, compartilhado no canal oficial da Disney no Youtube, ultrapassou os mil “não gosto”, tendo apenas 360 mil “gosto”. Vários comentários e publicações negativos têm sido compartilhados com a hashtag #notmyariel (não a minha Ariel, em português).

A escolha de Halle Bailey para o papel da versão live-action - com atores reais e não desenhos animados - da Pequena Sereia tem causado controvérsia precisamente pela escolha da atriz. Depois do anúncio, feito em 2019, as redes sociais se dividiram-se entre os que apoiam a atriz e os que afirmam que a Pequena Sereia deveria ser igual ao filme original, ou seja, de pele branca e cabelo ruivo.

Para Rob Marshal, o diretor do projeto cinematográfico,

é absolutamente claro que Halle possui uma combinação rara de espírito, coração, juventude, inocência e substância - além de uma gloriosa voz para cantar - tudo qualidades intrínsecas necessárias para representar este icónico papel”.

Também Jodi Benson, a atriz e cantora que deu voz a Ariel na versão original da Pequena Sereia, elogiou a atuação da atriz, numa publicação de Instagram. Benson tinha também afirmado, anteriormente, que “a parte mais importante de um filme é poder contar uma história”.

Nós temos de ser contadores de histórias e não interessa como é que nós somos por fora. Não interessa a raça, a nação, a cor da nossa pele, o nosso dialeto, se sou alto ou baixo, se tenho excesso de peso ou peso a menos ou se o meu cabelo é de qualquer cor; nós temos mesmo de contar a história. É isso que nós queremos fazer, queremos fazer uma ligação com o público”.

Halle Bailey chegou a reagir à polémica que se gerou, afirmando que “este papel era algo maior” do que ela.

Eu sinto que estou sonhando e estou simplesmente agradecida, e não posso prestar atenção à negatividade. Será bonito e eu estou só feliz por fazer parte”, acrescentou a atriz.

O filme, que começou a ser produzido em 2020, deverá estrear nos cinemas em maio de 2023. Este é mais um dos projetos de live-action da Disney: depois do Rei Leão, da Bela e a Fera, da Mulan e do Pinóquio, a Pequena Sereia promete trazer as músicas tão conhecidas da versão original, assim como novos canções.

Assista o trailer oficial dublado:

_________________________________

Com premiações em nível nacional e internacional, o EM DESTAQUE reforça o seu compromisso com o bom jornalismo, produzindo diariamente conteúdo de qualidade, com responsabilidade e que você pode confiar.

Siga o site e as redes sociais do jornal que virou fonte de notícias do Google News e que há dois anos disponibiliza conteúdo nos principais tocadores de podcasts: ED, o jornal local sem fronteiras para a notícia!









Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL