Miguel Pereira 16 º 28 º
Moedas





Receba noticias em seu Whatsapp gratis







Libras



Presidente da Federação Alemã de Futebol critica Fifa por restringir manifestações no Catar | Jornal Em Destaque por Helio de Carvalho em Esportes

Presidente da Federação Alemã de Futebol critica Fifa por restringir manifestações no Catar

Alemães não vão apoiar reeleição do atual presidente da Fifa e dizem que time está preparado para pagar multas por uso de braçadeira multicolorida no Catar



Presidente da Federação Alemã de Futebol critica Fifa por restringir manifestações no Catar Classificação

17/10 20:30 ( Atualizado em 19/11/2022 20:34) | Europa | Esportes |

Helio de Carvalho

O presidente da Federação Alemã de Futebol (DFB), Bernd Neuendorf, criticou a Fifa pelas ações tomadas pela entidade para restringir manifestações em favor dos direitos humanos durante a Copa do Mundo no Catar.

Neuendorf também disse que está preparado para ser multado quando o capitão alemão Manuel Neuer usar a braçadeira multicolorida com o lema "One Love" (Um amor) durante a Copa do Mundo. Neuer e vários outros capitães de times europeus planejam usar uma braçadeira multicolorida One Love no torneio para apoiar a diversidade.

Pessoalmente, eu estaria preparado para aceitar uma multa", disse Neuendorf no Catar na última sexta-feira (18). "Esta não é uma manifestação política, mas uma manifestação pelos direitos humanos", acrescentou.

Neuendorf também falou da carta do presidente da Fifa, Gianni Infantino, que há duas semanas pediu às equipes que "se concentrem no futebol" e deixem questões políticas de lado.

Dizer que não deveríamos nos concentrar nos direitos humanos durante a Copa do Mundo realmente me irritou", disse Neuendorf.

 

Chefe da Fifa acusa críticos do Catar de hipocrisia

Em um evento separado no sábado, Infantino acusou de hipocrisia os críticos do tratamento que o Catar impõe aos trabalhadores migrantes e sobre a forma como o país restringe direitos LGBTQ.

Eu sou europeu. Pelo que temos feito por 3.000 anos em todo o mundo, devemos nos desculpar pelos próximos 3.000 anos antes de dar lições de moral", disse ele.

O presidente da Fifa falou por quase uma hora em defesa do torneio no Catar neste sábado. "Esta lição de moral unilateral é apenas hipocrisia", disse ele.

Ele abriu seu monólogo dizendo:

Hoje tenho sentimentos fortes. Hoje me sinto catariano, me sinto árabe, me sinto africano, me sinto gay, me sinto deficiente, me sinto um trabalhador migrante".

Sua declaração foi imediatamente criticada nas redes sociais, com muitos apontando que, se ele fosse realmente gay, não poderia dizer isso abertamente no Catar, onde a homossexualidade é ilegal.


Alemanha não apoiará presidente da Fifa

Na sexta-feira, Neuendorf reiterou que a Alemanha não vai apoiar a reeleição de Infantino no ano que vem por causa da forma como a Fifa lidou com questões de direitos humanos no Catar e por não ter se posicionado sobre os protestos no Irã. A votação está prevista para março de 2023. No cargo desde 2016, o dirigente é o único candidato ao posto.

Na semana passada, a Fifa rejeitou um pedido da Federação Dinamarquesa de Futebol, que desejava treinar na Copa do Mundo com camisetas com os dizeres "direitos humanos para todos".

Tal slogan não é uma decisão política que você pode escolher tomar. Trata-se de direitos humanos e eles são universais e obrigatórios em todo o mundo", disse Neuendorf.

Ele disse que, embora a Fifa tenha rejeitado rapidamente o pedido dinamarquês, a entidade permaneceu em silêncio em meio aos protestos no Irã.

A seleção do Irã fez declarações que deixaram claro um distanciamento do regime. Isso é um bom sinal. Mas a Fifa não se posicionou. Ela se posicionou no caso da Dinamarca, mas não no do Irã", disse ele.

Neuendorf não descartou novas ações dos jogadores alemães durante o torneio.

A seleção de futebol da Alemanha voou para o torneio a bordo de um avião da Lufthansa pintado com o slogan "Diversity Wins" (a diversidade vence).


A seleção de futebol da Alemanha voou para o torneio a bordo de um avião da Lufthansa pintado com o slogan "Diversity Wins" (Foto: Helge Prang/GES/picture alliance) A seleção de futebol da Alemanha voou para o torneio a bordo de um avião da Lufthansa pintado com o slogan "Diversity Wins" (Foto: Helge Prang/GES/picture alliance)

No ano passado, os jogadores da Alemanha posaram para uma foto de grupo com as palavras "direitos humanos" escritas em suas camisetas, antes de uma partida contra a Islândia como parte da classificação para a Copa do Mundo do Catar contra.

_________________________________

Com premiações nacional e internacional, o EM DESTAQUE reforça o seu compromisso com o bom jornalismo, produzindo diariamente conteúdo de qualidade, com responsabilidade e que você pode confiar.

Siga o site e as redes sociais do jornal que virou fonte de notícias do Google News e que há dois anos disponibiliza conteúdo nos principais tocadores de podcasts: ED, o jornal local sem fronteiras para a notícia!







Gostou deste assunto?

Seus amigos também podem gostar:

Compartilhe!














 
  • Política de Erros
  • Política de Privacidade
  • Termos de Uso
  • Sobre o Jornal em Destaque
  • Contato
  • JORNAL EM DESTAQUE | Todos os Direitos Reservados



    DESENVOLVIDO POR
    RIOBRASIL