Operação Taylor Swift: Governo do Estado intensifica fiscalização do Procon-RJ e hidrata o público neste domingo





20/11/2023 11:04 ( Atualizado em 20/11/2023 11:16) | Rio de Janeiro | Governo do Estado |

Helio de Carvalho



O Governo do Rio de Janeiro realizou, neste domingo (19), o segundo dia da operação conjunta de serviços estaduais no entorno do Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Engenho de Dentro. Por determinação do governador Cláudio Castro, foram enviados ao local equipe formada por 15 aguadeiros da Cedae, que voltaram a distribuir, gratuitamente, mais de 4 mil litros de água gelada em copos, e fiscais do Procon-RJ, para garantir os direitos dos consumidores.

Reforçamos a atuação para garantir o bem-estar e o lazer do público presente no Engenhão. As nossas equipes estiveram de prontidão ao longo deste fim de semana e já estamos preparados para a apresentação transferida para esta segunda-feira. O principal é promover saúde, segurança e bem-estar a todos”, afirmou o governador Cláudio Castro.
A operação especial conta ainda com mil agentes da Polícia Militar e 80 agentes do Corpo de Bombeiros estavam à disposição com seis caminhões espalhados pelos quatro setores da arena. Os veículos foram utilizados no sábado para disparar jatos neblinados de água para reduzir a sensação térmica. Neste domingo, devido à redução das temperaturas, os militares não precisaram utilizar as mangueiras. O forte calor fez com que a cantora Taylor Swift transferisse a apresentação deste sábado (18) para segunda-feira (20/11).
Neste domingo, os fiscais do Procon foram ao estádio para acompanhar o andamento do evento, fiscalizando e verificando se foi oferecida estrutura adequada pela produção e se o show apresentou intercorrências.
O órgão de proteção ao consumidor instaurou procedimento investigatório para apurar se houve violação aos direitos do público, em especial contra aqueles que devem garantir segurança e a saúde dos fãs. Na sexta-feira (17), uma jovem morreu durante a apresentação, vítima de parada cardiorrespiratória que pode ter sido provocada pelo forte calor. O caso é investigado pela Polícia Civil. 

Durante a inspeção deste domingo, os pontos de hidratação apresentavam estoques e caixa d'água frequentemente repostos. O mesmo foi encontrado no pronto-socorro, que atendeu às exigências necessárias, tanto com a entrega de copos flexíveis de 300 ml, quanto garrafas de 500 ml, realizada por funcionários terceirizados e seguranças.
Caso seja identificada alguma irregularidade, a empresa responsável pela organização do show poderá ser multada em até R$ 13 milhões. O procedimento poderá ser encaminhado ao Ministério Público, caso haja indícios de crime contra o consumidor.

Hidratação gratuita
A distribuição bem-sucedida de água potável e gelada no sábado pela Cedae foi mantida neste domingo e mobilizou equipe de aguadeiros que distribuíram, gratuitamente, 16 mil garrafas de água gelada e 47 bombonas de 10 litros, cada uma. Ao todo, 15 pessoas trabalharam na ação.
A iniciativa dá continuidade à distribuição de água que aconteceu na quinta-feira e na sexta-feira no Largo da Carioca, Central do Brasil e Madureira. Os aguadeiros da Cedae, profissionais conhecidos por distribuir água em grandes eventos, servem água em copos biodegradáveis, mas as pessoas também podem levar suas garrafinhas para serem enchidas pelos funcionários.


Atendimentos de emergência
O Corpo de Bombeiros contou com cinco ambulâncias e já realizou 61 atendimentos ao público presente na parte externa do Estádio Nilton Santos (Engenhão) desde o início da operação no sábado. As vítimas, em sua maioria, tiveram mal súbito e foram liberadas no local. Os casos mais graves foram encaminhados aos hospitais da região.
O Samu-RJ informa que, no sábado (18), atendeu 20 pacientes, no entorno do estádio do Engenhão. A maioria dos atendimentos foram casos de crises de ansiedade e sintomas de alteração de pressão. Os pacientes foram atendidos e liberados no local com orientações. Neste domingo não foram registrados atendimentos de emergências.


A Secretaria de Estado de Saúde manteve os cinco equipamentos do SAMU-RJ à disposição do público para o show deste domingo, no entorno do estádio do Engenhão. Uma ambulância intermediária do Samu-RJ seguiu no posto Ipiranga na Av. Amaro Cavalcante (em frente à estação de trem do Engenhão), com uma dupla de motolâncias.
Uma ambulância avançada reforçou o atendimento na UPA Engenho Novo, que fica perto do estádio. Outra ambulância intermediária do Samu-RJ ficou no posto BR na Av. Dom Helder Câmara, do outro lado do estádio, com uma dupla de motolâncias.

___________

Apoie o Em Destaque seguindo o site e as redes sociais deste jornal que virou fonte de notícias do Google News, e que há mais de dois anos disponibiliza conteúdo nos principais tocadores de podcasts. Em Destaque, o jornal local sem fronteiras para a notícia!